segunda-feira, 25 de abril de 2016

94 mil empresas foram fechadas na Bahia em 2015

Os efeitos da crise na economia para o setor empresarial podem ser percebidos claramente quando se analisam dados relacionados à abertura e fechamento de empresas nos últimos anos. Aqui na Bahia, por exemplo, a taxa de abertura de novas empresas caiu de 10,87% em 2014 para 9,41% no ano passado, enquanto a taxa de fechamento mais do que triplicou, passando de 2,66% para 8,59% no mesmo período. No ano passado, foram abertas 103 mil empresas na Bahia e fechadas 94 mil. Os dados são da Neoway, uma empresa especializada na criação de soluções na área de inteligência de mercado. O leve freio na abertura de empresas guarda relação com o movimento registrado que caiu de 7,5% em 2014 para 7,06% em 2015. Mas o aumento na mortalidade por aqui foi mais acentuada que nacionalmente, apontam os dados da Neoway. A diretora de operações de varejo da empresa, Francielly Feijó, atribui o cenário aqui no estado, parecido com os outros da região Nordeste, ao baque no setor de comércio e serviços, que vinham sustentando o desenvolvimento da região nos últimos anos. “Quando nós analisamos os dados por segmentos e ramos de atividades vemos que os fechamentos de empresas foram determinados pelo esfriamento do setor de serviços”, explica. Segundo ela, há raras exceções, como o ramo de higiene e beleza, por exemplo. *Com informações da coluna Farol Econômica do Jornal Correio da Bahia.

0 comentários:

Postar um comentário