sexta-feira, 15 de abril de 2016

Ibirataia: Mãe e filha são diagnosticadas com gripe H1N1

Pacientes estão sendo tratadas em Salvador
A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) confirmou divulgou nesta quinta-feira (14) um novo relatório sobre a gripe H1N1 na Bahia. Os números dobraram em uma semana. Já foram confirmadas 11 mortes e 25 casos. Em reportagem exibida pelo jornalismo da TV Bahia, foi abordado o caso de uma mãe e sua filha de apenas 02 anos de idade. As vítimas do vírus são moradoras de Ibirataia. Na reportagem, a enfermeira Gabriela Mendonça diz que se internou em Ipiaú no último dia 09 de abril apresentando sintomas da gripe. No dia seguinte a filha dela, a pequena Lara, também foi diagnosticada com os sintomas da H1N1. Mãe e filha foram transferidas para uma unidade hospitalar mais equipada em Salvador. Gabriela Mendonça passa bem. A criança receberá alta nesta sexta-feira (15). 

Sintomas
Os sintomas da gripe H1N1 são muito semelhantes aos da gripe comum, mas surgem de forma repentina e com maior intensidade, podendo aparecer febre alta, forte dor de cabeça e dificuldade para respirar. Esta gripe é transmitida pelo contato com pessoas doentes, mas pode causar complicações como pneumonia se não for tratada adequadamente, por isso em caso de suspeita deve-se ir ao médico para saber como tratar e evitar transmitir a doença para outras pessoas.

Prevenção
A prevenção de gripe H1N1 segue as mesmas diretrizes da prevenção de qualquer tipo de gripe, só que o cuidado deve ser redobrado:  Evite manter contato muito próximo com uma pessoa que esteja infectada; Lave sempre as mãos com água e sabão e evite levar as mãos ao rosto e, principalmente, à boca; Leve sempre um frasco com álcool-gel para garantir que as mãos sempre estejam esterilizadas;  Mantenha hábitos saudáveis. Alimente-se bem e coma bastante verduras e frutas. Beba bastante água; Não compartilhe utensílios de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros;  Se achar necessário, utilize uma máscara para proteger-se de gotículas infectadas que possam estar no ar; Evite frequentar locais fechados ou com muitas pessoas;  Verifique com um médico se há necessidade de tomar a vacina que já está disponível contra a gripe H1N1. 

Vacinação
Marcada inicialmente para o dia 30 de abril, a 18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi antecipada para a próxima segunda-feira (18) na Bahia, segundo anunciou a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). A imunização protege contra o vírus H1N1. Segundo o órgão, a antecipação ocorre porque os lotes de imunização contra doença chegaram mais cedo. No dia 30, será realizado o Dia D de mobilização nacional. A vacina estará disponível em postos e centros de saúde de todos os municípios do estado para idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menos de cinco anos e trabalhadores da saúde (público e privada). A imunização também atende mulheres grávidas e puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade, sob medidas sócioeducativas.

1 comentários:

Marquestel Bahia disse...

Como pode uma respeitada fonte de noticias expor a pessoa publicamente, acho invasivo. Mas é apenas o meu comentário.

Postar um comentário