terça-feira, 26 de abril de 2016

Ipiaú: Estudante de 12 anos é espancada pelo pai na frente de colegas de escola

Uma cena descrita como “humilhante” foi acompanhada por várias crianças e alguns professores, funcionários e frequentadores da AABB de Ipiaú, na tarde dessa terça-feira (26). De acordo com informações de uma mulher (que pediu anonimato), uma adolescente de cerca de 12 anos de idade, estudante do Colégio Municipal Maria José Lessa de Moraes, estava na comemoração do aniversário de uma colega quando foi surpreendida pelo pai que teria surrado a menina. “Ele espancou a menina aqui na nossa frente. Bateu na cara e não dando como satisfeito, tirou o cinto e aplicou mais golpes na criança. Tentamos impedi-lo, mas ele retirou a garota de dentro da área da AABB e foi para a rua”, descreveu a testemunha. Segundo colegas da vítima, a surra aplicada pelo pai teria sido motivada pelo fato da sua filha está na companhia de um garoto. “Gostaria que isso não ficasse impune”, concluiu a mulher. Vale ressaltar que constitui crime de tortura, constranger alguém com emprego de violência ou grave ameaça, causando-lhe sofrimento físico ou mental. O texto é da Lei 9.455, de 7 de abril de 1997. A pena nesses casos varia de três meses a dois anos de reclusão ou multa. (Giro em Ipiaú)

7 comentários:

Luci disse...

E por isso que o mundo tá do jeito que tá eu sou contra o espancamento mais devemos disciplinar eu já apanhei muito e não morri eu agradeço a meus pais por ter mim cartigado uma antes apanha dos pais do que da polícia

ROGERIO disse...

Essas inversões de valores que tiram a autoridades dos pais e abrem espaço para a marginalidade. Deveriam sim homenagear esse pai para que seja exemplo para outros pais e não transformar o cara num criminoso. Esses "adolescentes" como dizem, devem sim aprender a respeitar os pais, os professores, a polícia, a justiça e a sociedade como um todo.

Unknown disse...

Como foi o pai,foi extremamente errado. Se fosse a policia ninguém falava nada, pelo contrario culparia o pai por não disciplinar sua filha. Espancar não mais disciplinar sim.

Unknown disse...

Criticar um pai por fazer seu papel de pai, quando necessário é tão fácil quanto critica-lo se caso essa mesma filha aparecesse gravida ou envolvida com drogas, logo todos iam dizer que a culpa era dos pais... Como aconteceu com uma adolescente de 12 anos aqui em salvador que foi assassinada junto com o namorado também adolescente de 16 anos com + ou - 50 tiros. Todos logo criticaram a mãe porque disse que dava conselhos e a mesma não ouvia, se ela tivesse feito igual a esse pai quando necessário talvez a filha ainda tivesse viva.

leandrosilva1995 silva disse...

Concordo plenamente antes uma surra agora do que drogas e prostituição depois

Unknown disse...

Esse pai deve ter avisado tanto, os filho não obedecem, MERECEM o castigo! Apanhei quando merecia e hj não sofro de marginalidade nem prostituição! apanhei, Agradeço, aprendi!

Linda Lucia Felix disse...

Todos os leitores estão certos,concordo plenamente. Melhor apanhar dos pais do que da policia, isso que seria, vergonhoso. Todos os valores estão sendo esquecidos, apanhei muito tbm quando criança, agradeço muito a minha vó, hoje passo os meus valores para meus filhos.

Postar um comentário