quarta-feira, 20 de abril de 2016

Jequié registra a primeira morte por microcefalia

Foto:Reprodução
O município de Jequié registrou a primeira morte por microcefalia. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (20) pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). De acordo com a Sesab, já são 31 mortes pela doença na Bahia. Os dados divulgados pela pasta que são 599 casos notificados da doença em 134 municípios baianos, 16 novos casos em relação aos números da semana passada. A informação, entretanto, difere do boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, onde a Bahia aparece como o segundo maior em número de notificações, com 647 casos. De acordo com a Sesab, a diferença acontece porque a pasta descartou os antigos casos considerados como microcefalia após a mudança no protocolo para notificação com microcefalia divulgada pelo Ministério da Saúde. Conforme a Sesab, o ministério não descartou em seu boletim os casos considerados como microcefalia antes da mudança do protocolo.  As mortes foram registradas nos seguintes municípios: Alagoinhas (1), Anguera (1), Camaçari (3), Conceição do Jacuípe (1), Cravolândia (1), Crisópolis (1), Monte Santo (1), Barro Preto (1), Campo Formoso (1), Itabuna (2), Itapetinga (1), Olindina (1), Salvador (6), Tanhaçu (1), Esplanada (1), Feira de Santana (1), Jequié (1), Presidente Tancredo Neves (1), Santo Antônio de Jesus (1), Simões Filho (1), Senhor do Bonfim (1), Ilhéus (1), Lauro de Freitas (1). O Ministério da Saúde divulgou neste mês um novo protocolo para notificação de bebês com microcefalia. De acordo com os novos critérios (perímetro cefálico menor ou igual a 31,9 cm para bebês do sexo masculino e perímetro cefálico menor ou igual a 31,5cm para bebês do sexo feminino), a Sesab revisou todos os casos notificados desde outubro de 2015. *Com informações do Correio24h

0 comentários:

Postar um comentário