sexta-feira, 22 de abril de 2016

Mirabela paralisa produção de minério em Itagibá

Foto:Divulgação
A Mirabela Mineração do Brasil, localizada no município de Itagibá, encerrou nessa quinta-feira (21) as atividades de produção na mina e deve encerrar hoje (22) os trabalhos na área da Usina, segundo informou um ex-funcionário da empresa. Desde a semana passada, os trabalhadores que estavam em aviso prévio começaram a assinar o desligamento definitivo com a mineradora. O último embarque de níquel sulfetado no Porto de Ilhéus deve ser concluído na próxima semana. Não há previsão de retorno nas operações no Projeto Santa Rita, iniciado em dezembro de 2008. Atualmente, cerca de 350 pessoas ainda prestavam serviços na empresa. De acordo com informações colhidas pela reportagem do GIRO, alguns trabalhadores devem continuar na área de manutenção dos equipamentos e segurança do local. Para a mina retornar a produção seria necessária uma alta valorização no preço do níquel. Hoje, o minério é comercializado a U$$ 4,14 a libra. Caso o valor dobrasse e com o dólar em alta, o projeto poderia ser viável novamente. O encerramento por tempo indeterminado da Mirabela deixará um rombo muito grande na economia de Ipiaú. De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o prejuízo no comércio deve ultrapassar 1 milhão de reais mensal. O prefeito de Itagibá já demonstrou grande preocupação com o fechamento da mina. No ano passado, mesmo com a crise, o município itagibense arrecadava mensalmente aproximadamente 300 mil reais em CEFEM (Compensação Financeira pela Exploração de Minérios). Muitos dos trabalhadores oriundos de outros estados lamentaram a situação da empresa e o fato de terem que ir embora da região. "Estou aqui há mais de 6 anos. Queria muito ficar. Eu e minha família amamos a cidade de Ipiaú e o carinho recebido pelos baianos, mas, infelizmente não vai ter como continuar", disse um operador de máquinas, natural de Minas Gerais. (Giro em Ipiaú)

1 comentários:

Valdinolia Da Silva Alves Loia disse...

Onde foi parar este dinheiro da mirabela porque Itagibá está falido desde 2015

Postar um comentário