terça-feira, 17 de maio de 2016

Ministros de Temer querem a legalização de jogos de azar; medida favoreceria turismo e economia

Foto:Reprodução
Ministros do governo Michel Temer querem propor a legalização dos jogos de azar como medida para aumentar as receitas da União. A ideia é defendida por ao menos dois auxiliares próximos ao presidente interino: os peemedebistas Henrique Eduardo Alves (Turismo) e Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo). Segundo Alves, a proposta de legalização deve incluir bingos, cassinos e o jogo do bicho. "A ideia é legalizar todo tipo de jogo. Hoje o jogo existe de forma clandestina e sem gerar qualquer benefício para o Estado", afirma. Ele diz que Temer é "simpático" à ideia, mas ainda não tratou dela desde que assumiu como presidente interino, na semana passada. O ministro sustenta que a liberação do jogo seria um estímulo ao turismo e à retomada da atividade econômica. Os argumentos são contestados pelo Ministério Público Federal, que se opõe à ideia e vê risco de incentivo à lavagem de dinheiro e à corrupção. Geddel, que será responsável pelas relações do Planalto com o Congresso, diz ser favorável à legalização. "Pessoalmente, não vejo por que não tocar adiante. Acho importante para o turismo e para a geração de receita." O ministro ressalta que esta ainda não é uma "posição de governo" e será discutida pelo Palácio do Planalto. *Informações da Folha

0 comentários:

Postar um comentário