quarta-feira, 4 de maio de 2016

Museu de Ipiaú e a sua história

Antigo museu ficava ao lado da Câmara Municipal
Por José Américo Castro

A  velha fotografia traz a lembrança do Museu do Lavrador em seus melhores tempos. Anos 80 e 90 o Museu ocupava parte do prédio da Câmara de Vereadores, mas de lá  foi brutalmente retirado e mergulhado no empoeirado esquecimento das autoridades que desde então sucederam-se na Prefeitura de Ipiaú. A peça instalada na Praça Alberto Pinto, em frente ao prédio do nosso provincial Poder Legislativo, onde décadas antes também funcionou a Prefeitura, indicava os propósitos do museu, cujo acervo, segundo o seu idealizador (Euclides Neto),  “ traça muito bem a história de Ipiaú, principalmente o perfil do trabalhador rural e seus instrumentos de trabalho”. 

-Os objetos, doados pela comunidade, (lembra o professor Albione) não se limitam apenas ao trabalhador da roça de cacau, mas, abrange as diversas atividades operárias que, através de suas profissões, prestaram e prestam serviços mediante a sua mão de obra-. Pelos absurdos dos absurdos esse rico acervo  encontra-se  literalmente  desprezado em um canto obscuro do antigo Mercado Municipal  cujo espaço é bem  apropriado para a instalação do memorial.  O que falta à reativação do Museu  é o  interesse das autoridades competentes e uma pressão mais forte da gente ipiauense. Entra gestão e sai gestão e nada se faz para salvar essa parte da memória  do lugar. Quanta insensibilidade!  

1 comentários:

Jorge Soteralto disse...

Sobre o assunto já pedi para o vereador Orlando que disse que para entrar com um pedido para a reabertura do museu precisaria de um abaixo assinado com pelo menos mil assinaturas e depois um pedido protocolado para encaminhamento na câmara. Achei um absurdo...

Postar um comentário