quinta-feira, 16 de junho de 2016

Ambientalistas se unem para dizer "não" a fabricação de carros de passeio a diesel no Brasil

Projeto pretende liberar fabricação de carros de passeio movidos a motores a diesel.
Um conjunto de ambientalistas lançou nesta segunda-feira (13) um manifesto de repúdio ao Projeto de Lei 1013/2011, que libera fabricação e venda de carros de passeio movidos a motores a diesel no Brasil. O projeto pode ser aprovado nos próximos dias na Câmara dos Deputados e, depois, ir diretamente para o Senado. Organizado pela rede Observatório do Clima, o manifesto foi enviado nesta manhã à comissão. Ele tem assinaturas de médicos, cientistas especialistas em poluição do ar, de organizações de pesquisa, entidades de defesa do consumidor, empresários e até de cinco ex-ministros do Meio Ambiente -- Rubens Ricupero, José Carlos Carvalho, Carlos Minc, Izabella Teixeira e Marina Silva, que também foi candidata à Presidência da República em 2014. De acordo com o documento, a ideia é um "atentado aos interesses da sociedade" que poderá fazer o Brasil ir na contramão da tendência mundial de reduzir a poluição no setor de transportes. Especialistas dizem que, se aprovado, o projeto deve causar danos à saúde pública e prejudicar a economia. O país não é autossuficiente na produção do óleo combustível, o que levaria à possível importação de diesel para complementar a oferta, encarecendo o custo do transporte. *Portal Uol

0 comentários:

Postar um comentário