quarta-feira, 1 de junho de 2016

Após ficar sem salário e viver drama em time na Grécia, itagibense Raphael Macena volta para o Brasil

Atacante brasileiro Raphael Macena (centro) foi contratado pelo time Kallithea, da Grécia
Raphael Macena, 27, nascido e criado no distrito do Japumerim, município de Itagibá, viveu um drama ao ser contratado por um time na Grécia. Segundo reportagem do globoesporte.com, o jogador de futebol profissional deixou o Rio Claro, no interior de São Paulo, para tentar a sorte no Kallithea. O projeto era ajudar a equipe a conseguir o acesso para a Primeira Divisão. Em caso de sucesso, ganharia visibilidade, um possível novo contrato e ainda despertaria o interesse de equipes de maior escalão no país. Deu tudo errado. Dentro de campo, o jogador até teve certo destaque, pois disputou 19 jogos na liga nacional, marcou quatro gols e deu duas assistências. Mas alega ter ficado quatro meses sem receber, não teve o visto de trabalho emitido, acabou ilegal no país e sem dinheiro e ajuda por parte do clube para pagar suas contas e até comprar comida. A reportagem do GIRO manteve contato com a família de Raphel, no Japomerim. Segundo a irmã dele, Katiele Santos, o atleta já está de volta para o Brasil e deve chegar neste sábado no país.  “Ele saiu hoje da Grécia. Vai fazer uma parada em São Paulo. Ele ainda está indeciso se passa 15 dias lá em Santa Catarina, onde mora a família da esposa dele, ou se vem logo aqui na Bahia”, disse Katiele. Raphael é filho do saudoso Ednaldo Macena, popularmente conhecido como “Garrincha”, escrivão do cartório do Japomerim. Ele deixou o município de Itagibá aos 11 anos quando iniciou a carreira no Bahia. De lá, já percorreu vários times no Brasil e no mundo. (Giro em Ipiaú)

0 comentários:

Postar um comentário