terça-feira, 7 de junho de 2016

Seca no Sul da Bahia deve permanecer até outubro, diz Inmet

Região vem sofrendo com a falta de chuva. (Foto:Giro em Ipiaú)
O sul da Bahia vive, talvez, o pior período de estiagem da história. A falta de chuva tem causado grandes prejuízos a produtores rurais, empresários e a comunidade em geral. Itabuna, Ilhéus, Itajuípe são alguns dos municípios mais afetados. Na região de Ipiaú, a escassez de chuva provoca grande preocupação. Muitas propriedades rurais estão sem água e animais estão morrendo de sede. No ano passado a região viveu momentos de tensão devido a estiagem que teve início em agosto e se prolongou até o final de dezembro. Depois das chuvas significativas registradas no início de janeiro deste ano, as quais aumentaram consideravelmente o nível do Rio de Contas, a região passa novamente por uma crise. De acordo com o quarto distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a estiagem deve continuar pelos próximos meses, o que pode agravar ainda mais a crise hídrica no sul da Bahia. 

“Os próximos dias continuam sem chuva significativa, na Região Sul, sobretudo no que diz respeito a grandes volumes de chuva, o que diminuiria essa condição relacionada ao abastecimento. O que nós temos observado, e deve ocorrer nos próximos dias, é uma chuva rápida, isolada, mas bem ao longo da faixa litorânea, na região mais a Sudoeste, que é o caso de Itabuna e outros municípios. Por enquanto, então, não há previsão de chuva significativa e os próximos dias devem permanecer com volume pequeno de chuva”, disse a meteorologista do Inmet, Cláudia Valéria Silva. Segundo o Inmet, as chuvas mais intensas, que podem amenizar a situação, só devem ocorrer no período chuvoso característico da região, a partir da segunda quinzena de outubro. Antes disso, pode haver chuva, mas em quantidades consideradas insuficientes. (Giro em Ipiaú)

0 comentários:

Postar um comentário