quarta-feira, 8 de junho de 2016

Jequié: Um dos suspeitos de assassinar líder comunitário morre em confronto com policiais

Eduardo era acusado de matar "Tõe da Guarda".
Um dos suspeitos de haver participado na tarde desta quarta-feira (8/6), do assassinato do servidor público municipal e líder comunitário Antonio Pereira da Guarda, “Tõe da Guarda”, tombou morto horas depois, após reagir a voz de prisão durante cerco empreendido na área do Alto da Bela Vista, bairro Joaquim Romão, por policiais civis e militares, com a participação da CIPE Central. Identificado como Eduardo Silva Santos, de 18 anos,, apelidado de Dudu, o indivíduo era procurado com base em pistas levantadas junto a populares, na condição de suspeito de haver participado ao lado de um comparsa, que continua sendo procurado, do assassinato de “Tõe da Guarda”, por volta das 12h30 quando ele retornava para sua residência, localizada na Segunda Travessa Taurino Bispo. O servidor público foi interceptado pelos dois elementos que fizeram vários disparos contra ele, que tombou morto em meio à via pública.  A polícia continua desenvolvendo diligências na tentativa de capturar o segundo envolvido na morte do líder comunitário. *Informações do Jequié Repórter

0 comentários:

Postar um comentário