quinta-feira, 23 de junho de 2016

Jobson é preso acusado de estuprar quatro adolescentes no interior do Pará

Jobson foi preso na manhã desta quinta-feira na sua chácara, no Tocantins (Foto: Reprodução TV Globo)
O jogador Jobson foi preso na manhã desta nesta quinta-feira (23) acusado de estuprar quatro adolescentes, sendo duas de 14 anos, uma de 13, e outra de 12. Ele foi detido por uma equipe de policiais na sua chácara, localizada na cidade de Couto Magalhães, Oeste do Tocantins. De acordo com a Polícia Civil do Pará, as denúncias apontam que o atleta com passagem pelo Bahia aliciou as garotas e as levou para a sua chácara na cidade de Couto Magalhães, em Tocantins. No local, ele deu bebida alcoólicas e entorpecentes para as menores, antes de cometer o abuso sexual. Segundo a acusação, a pratica teria se repetido em outras ocasiões. "Ele aliciava as garotas para fazer festas com bebidas e drogas e as levava para sua chácara ou para outros lugares", explica o delegado Rodrigo da Motta. O inquérito foi instaurado na semana passada, depois que a adolescente de 13 anos denunciou a circulação de fotos no aplicativo WhatsApp onde ela aparece em situações pornográficas. Exames comprovaram que nas menores de 12 e 13 houve conjunção carnal. As duas meninas de 14 anos disseram em depoimento que consentiram as relações sexuais, mas afirmaram que estavam sob efeito de bebidas alcoólicas e substâncias entorpecentes colocadas na bebida. Ainda de acordo com a Polícia Civil, uma quinta adolescente também acusa o jogador, mas o caso ainda está sob apuração e ainda não foi comprovado. Jobson está suspenso pela Fifa de realizar qualquer atividade relacionada ao futebol até o dia 31 de março de 2018 por ter se recusado a fazer um exame antidoping quando defendia um clube da Arábia Saudita.

0 comentários:

Postar um comentário