quinta-feira, 2 de junho de 2016

Líder sem-terra que denunciou fazendeiros é morto a tiros na Bahia

Foto:Reprodução
O líder sem-terra Alexsandro dos Santos Gomes, fundador e coordenador geral do Movimento de Resistência Camponesa (MRC), foi morto a tiros por homens encapuzados, na noite de terça-feira, 31, no distrito de São Francisco do Paraguaçu, município de Cachoeira, no Recôncavo Baiano. O pai do sem-terra, Antoniel Cerqueira Gomes, foi ferido com um tiro no pé. De acordo com a Polícia Militar, cinco homens chegaram ao local de barco pelo Rio Paraguaçu e, depois de atirar em Gomes, que estava em casa, na Baía do Iguape, fugiram na mesma embarcação. Ele foi atingido nas costas e na cabeça. O corpo foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT de Cachoeira). Antoniel foi medicado e recebeu alta. Gomes, que já foi integrante do Movimento dos Sem-Terra (MST), havia denunciado desmatamentos ilegais em fazendas da região. Policiais militares foram à região em busca de suspeitos. Movimentos sociais denunciam um aumento da violência no campo e o relacionam com a situação política do país. *Informações do Correio24h

1 comentários:

ROGERIO disse...

Já vai tarde, pois esse povo que usa esse rótulo para se apropriar de propriedade alheia é ladrão. E ladrão bom é morto mesmo.

Postar um comentário