terça-feira, 7 de junho de 2016

Michel Temer desiste de apoiar criação de 14 mil cargos no governo

Presidente interino também promete agir contra aumento para STF.
O governo interino desistiu de criar os 14 mil novos cargos federais aprovados pela Câmara na semana passada. Em outra ponta, o Planalto também prometeu à equipe econômica se posicionar contra o aumento salarial de ministros do STF manterá, contudo, o apoio ao reajuste dos servidores do Judiciário, já acordado anteriormente. Com isso, Michel Temer busca, de um lado, evitar o efeito cascata de aumentos nos Estados. De outro, reforça seu juramento pelo ajuste fiscal. Renan Calheiros também deu uma forcinha ao recuo do governo em relação aos 14 mil novos cargos. Avisou que a medida não vingaria no Senado: “Não dá para defender isso com milhões de brasileiros desempregados”, disse ele a aliados. *Informações da Folha

1 comentários:

Helton SILVA DOS SANTOS disse...

ESTE MOLEQUE ESTÁ PERDIDO

Postar um comentário