terça-feira, 7 de junho de 2016

Ministro do STF autoriza segunda investigação contra Aécio Neves

Foto: Cristiano Mariz/Especial / Especial
O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes decidiu pela abertura do segundo processo de investigação contra o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG). O tucano é acusado de fraudar dados do Banco Rural com o objetivo de esconder o mensalão mineiro. Além dele, também são investigados seu vice-governador da época, Clésio Andrade (PMDB-MG), atualmente réu no mensalão tucano, e o prefeito do Rio Eduardo Paes (PMDB), na época secretário-geral do PSDB. O inquérito é baseado na delação ex-senador Delcídio do Amaral que no episódio era presidente da CPI dos Correios, que investigou o mensalão.  O ex-senador contou que requisitados dados do Banco Rural e que Aécio teria demorado a enviar os dados à CPI para apagar informações comprometedoras ao PSDB.

0 comentários:

Postar um comentário