sábado, 18 de junho de 2016

Taxista é solto após ser preso com 31 quilos de maconha; laudo errou e apontou 31 gramas

Foto: Divulgação / Polícia Civil
O taxista que foi preso transportando 31 kg de maconha em Camaçari, região metropolitana de Salvador, na sexta-feira (18), foi solto após uma decisão judicial baseada em laudo pericial que apontava que peso do material apreendido era de 31,75 gramas, segundo a Associação de Magistrados da Bahia. Segundo a Amab, o juiz da 1ª Vara Criminal de Camaçari determinou a liberação do suspeito por entender que a quantidade de droga descrita pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) não configura crime de tráfico de entorpecentes. A Polícia Civil informou que o taxista foi preso por agentes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) que interceptaram o veículo na saída do município após uma denúncia. De acordo com a polícia, a droga estava no porta-malas do táxi, um Focus, de cor prata. O entorpecente foi encontrado embalado em fita adesiva e dentro de sacolas plásticas. O G1 tentou contato com o juiz responsável pela decisão por meio da AMAB, mas ele não quis se pronunciar até a publicação desta reportagem.. *Do Bahia Notícias

0 comentários:

Postar um comentário