sexta-feira, 10 de junho de 2016

Valor do PIS ‘esquecido’ pelos baianos ultrapassa os R$ 48 milhões

Foto:Reprodução
Com apenas três semanas para terminar o prazo, mais de 55,4 mil trabalhadores baianos ainda não sacaram o PIS/Pasep do calendário de pagamento de 2015/2016. Cada um deles tem direito ao abono no valor de um salário mínimo vigente (R$ 880).  O dinheiro deverá ser retirado, exclusivamente, nas agências da Caixa Econômica e do Banco do Brasil. Na Bahia, o valor não sacado é superior a R$ 48,7 milhões. O  prazo final para retirar o dinheiro vence no próximo dia 30. Após essa data, os recursos que não foram sacados retornam para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), administrado pelo governo federal, e usados, entre outras finalidades, para ações de qualificação de trabalhadores. Segundo o Ministério do Trabalho, têm direito ao abono salarial de 2015 as pessoas cadastradas no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; com remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base de atribuição do benefício; e que exerceram atividade remunerada durante pelo menos 30 dias em 2014. Além disso, o trabalhador tem que ter seus dados informados pelo empregador (pessoa jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), documento enviado pelos empregadores ao ministério anualmente. *Correio24h

0 comentários:

Postar um comentário