quarta-feira, 13 de julho de 2016

Bope retira explosivos de tesoureiro de banco de Barreiras

Bancário não ficou ferido. (Foto:Blog Sigivilares)
A equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Polícia Militar, retirou os explosivos amarrados ao corpo do tesoureiro do banco Santander, da cidade de Barreiras, no Oeste da Bahia, durante tentativa de assalto ocorrida na noite dessa terça-feira (13/7). Wallace Bruno França foi obrigado pelos bandidos a ir até à agência para fazer retiradas de dinheiro sob a ameaça de explodir os artefatos. De acordo com o Major Fábio, comandante da 83ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Barreiras), o artefato colocado em Wallace tinha de fato explosivos, porém, não apresentava os detonadores, logo, ele não explodiria.
Bancário ficou com os explosivos amarrados no corpo por várias horas. (Foto:Reprodução)
Após ser libertado, o funcionário do banco recebeu atendimento de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, ainda de acordo com o comandante da CIPM de Barreiras, ele não sofreu nenhum ferimento e passa bem. Até o momento, não há informações sobre os suspeitos de terem cometido o crime. O funcionário da agência bancária relatou ter passado cerca de 9h, entre a noite de terça-feira (12) e a manhã desta quarta (13), sob domínio de criminosos na casa onde mora. Segundo informações passadas ao G1 pela Polícia Civil local, a mãe e uma avó do rapaz, que trabalha como tesoureiro no banco Santander, também foram rendidas pelos bandidos na residência. Pela manhã, por volta de 7h30, o funcionário foi levado pelos criminosos ao banco para fazer a retirada de dinheiro e, de dentro da agência, conseguiu acionar a polícia. Os suspeitos fugiram. A vítima só saiu do banco por volta de 18h dessa quarta-feira, cerca de 30 minutos depois dos explosivos terem sido retirados do corpo dele.

0 comentários:

Postar um comentário