segunda-feira, 25 de julho de 2016

Casal é expulso de restaurante por racismo em Porto Seguro

O caso aconteceu em Porto Seguro no sábado, 23. (Foto:Reprodução)
O dono de um restaurante em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia, expulsou um casal de turistas de Belo Horizonte (Minas Gerais) que fez comentários racistas sobre um dos funcionários do estabelecimento. O caso aconteceu no sábado, 23, e veio a público depois que Roberto Mancini, proprietário, divulgou o caso nas redes sociais. Ao Portal A TARDE, Mancini revelou que não foi a primeira vez o que o casal esteve lá e discriminou um de seus funcionários. "Em janeiro eles também estiveram aqui. O homem falou 'vamos ver se esse baiano preguiçoso consegue me atender'", relatou. Como o restaurante estava fechado, o casal não foi atendido. "No sábado ele apareceu aqui de novo e mais uma vez com sua arrogância maltratou meu funcionário. Falou sobre a cor da pele dele e repetiu a questão de baiano ser preguiçoso", completou o dono do restaurante. Mancini contou ainda que o funcionário relatou o caso e ele, que foi falar com o turista. "Perguntei se ele falou sério ou estava brincando, a reposta foi uma risada. Diante disso, pedi que terminasse de beber a cerveja e saísse do meu restaurante; e que não precisava pagar nada", contou Mancini, que fez uma observação: "o mais estranho é que a mulher dele não é branca e apoiava essa atitude".  O empresário que está no Brasil há dois anos ficou contente com a repercussão do caso, pois muitas pessoas o estão parabenizando pela atitude. "Só fiz o que achava certo. As pessoas estão me apoiando, mas espero que tenham a mesma atitude que tive", disse, e emendou: "na minha casa não posso aceitar isso, todos ali trabalham comigo desde o começo, não posso deixar isso acontecer", concluiu. Mancini falou ainda que o funcionário pensou em chamar a polícia. "Ele me agradeceu, chorou muito e disse que ia chamar a polícia, mas não o fez", comentou.

0 comentários:

Postar um comentário