quarta-feira, 13 de julho de 2016

Governo comenta reivindicações de estudantes da rede estadual em Ipiaú

Estudantes interditaram a BR-330 e fizeram reivindicações. (Foto:Giro em Ipiaú)
As Secretarias Estaduais da Educação (SEC) e da Administração do Estado da Bahia (SAEB) comentaram sobre a manifestação realizada na manhã dessa quarta-feira (13), na BR-330, por alunos da rede estadual que protestaram contra a demissão dos vigilantes, atraso nos pagamentos dos terceirizados, demissão dos terceirizados do setor administrativo, além da falta de transporte escolar para os estudantes dos cursos técnicos no CETEP (veja aqui). Segundo nota enviada à redação do GIRO, o governo tem feito esforços para solucionar os problemas.  - Em reunião realizada na última quinta-feira (07), foi discutida, entre o Ministério Público do Trabalho (MPT), a SEC e a SAEB, a garantia dos pagamentos dos prestadores de serviço da Educação, cujas empresas tiveram o contrato encerrado no último dia 30 de junho. Também está acontecendo uma série de reuniões de mediação com estas empresas para buscar liberação direta de recursos para o pagamento de salários e benefícios em atraso.  Para garantir o funcionamento das escolas, a Secretaria da Educação orientou que as direções das escolas mantivessem os atuais prestadores de serviço trabalhando, enquanto as empresas vencedoras da licitação regularizam a contratação dos prestadores de serviço.  Os contratos com as empresas que prestavam estes serviços chegaram ao fim em 30/06/2016 e não estavam em conformidade com a Lei Anticalote. Com os novos contratos, regidos pela Lei Anticalote, os direitos trabalhistas e indenizatórios dos funcionários estão garantidos, para não acontecer o que ocorreu no passado, finaliza a nota. A falta de transporte escolar não foi comentada pela secretaria de educação do estado. (Giro em Ipiaú)

0 comentários:

Postar um comentário