sábado, 2 de julho de 2016

Ipiaú: Carro bate em tonéis de sinalização e capota na BR-330

Veículo saiu de Ibirataia e seguia com destino a Teixeira de Freitas. (Foto:Giro em Ipiaú)
Um carro modelo Fiat Strada capotou por volta das 04h da madrugada desse sábado (02/07) na BR-330, em frente ao trevo da Kombi, bairro da Conceição, saída de Ipiaú sentido Barra do Rocha. Segundo o motorista, o acidente foi provocado após uma colisão nos blocos de concretos e tonéis de sinalização instalados no local. Claudino Bião Pedreira Neto, 53, contou ao GIRO que perdeu o controle da direção após o veículo “jogar o fundo”. Em seguida o carro bateu nos materiais e capotou. No momento do acidente chovia e a pista estava escorregadia. 
Carro bateu nos blocos de concretos e tonéis e capotou. (Foto:Giro em Ipiaú)
O condutor e o passageiro Juliano Andrade não ficaram feridos. O carro transportava uma mudança (utensílios do lar) de Ibirataia para a cidade de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia. A Polícia Militar isolou a área e organizou o fluxo de veículos no local até a retirada do automóvel.
Veículo era ocupado por duas pessoas. (Foto:Giro em Ipiaú)
Instalados pela Diretoria de Trânsito do Município, com o objetivo de evitar acidentes naquela área, os blocos de concretos e os tonéis de sinalização já provocaram algumas colisões, inclusive deixando feridos. O caso mais recente ocorreu no dia 23 de maio deste ano, quando um motociclista colidiu em um tonel que estava desalinhado. Apesar das reclamações de muitos condutores, a diretoria de trânsito do município alega que a instalação desses materiais na rodovia que são permitidos pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT ). (Giro em Ipiaú) 

3 comentários:

Unknown disse...

essa semana passada foi O COBRADOR ARLITO DA CIDADE SOL

Flash Melo disse...

Isso é um absurdo, em plena Rodovia Federal (BR 330) ser colocado blocos de pedra (gelo baiano) com a justificativa de controlar o trânsito. Será que há legalidade nisso?

Arthur Bastos disse...

Será q o DNIT e a PRF foram consultado sobre a legalidade dessa sinalização?

Postar um comentário