quarta-feira, 20 de julho de 2016

Justiça Federal determina afastamento do prefeito de Candeias por 180 dias

Gestor é acusado de irregularidades. (Foto:Reprodução)
A Justiça Federal decretou o afastamento por 180 dias do prefeito da cidade de Candeias, na região metropolitana de Salvador, Francisco Silva Conceição, por atos de improbidade administrativa. A informação foi divulgada nesta terça-feira (19) pelo Ministério Público Federal (MPF). A secretária de Saúde do município, Lindinalva Freitas Rebouças, também foi afastada pelo mesmo motivo. A decisão da Justiça atendeu à ação civil pública do Núcleo de Combate à Corrupção do MPF na Bahia, que denunciou os gestores por irregularidades na contratação para terceirização da gestão do hospital municipal e de unidades de saúde pública de Candeias e pela má administração de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), repassados pelo Ministério da Saúde. A Justiça também decretou, liminarmente, a pedido do Ministério Público Federal, o bloqueio de mais de R$ 150 milhões dos envolvidos nas irregularidades, além de multa. A quantia, segundo o MPF, corresponde ao valor do dano causado aos cofres públicos. A ex-secretária de Saúde de Candeias, Iolanda Almeida Lima, e empresários ligados à empresas contratadas pela gestão municipal também são alvos de processos do MPF por suspeita de irregularidades. *G1

0 comentários:

Postar um comentário