terça-feira, 19 de julho de 2016

Onze policiais já foram mortos esse ano na Bahia

No ano passado 24 policiais foram mortos na Bahia.
O soldado Éder Cardoso de Oliveira, 39 anos, assassinado na noite do último domingo (17), no bairro de Cajazeiras, em Salvador, foi o 11º policial morto na Bahia este ano. De acordo com a assessoria da PM, o soldado, que revidou a um ataque de dois motociclistas, matando um deles antes de ser baleado na cabeça, é o nono PM morto no ano. Éder estava na corporação havia 11 anos. Levantamento, feito pelo coordenador-geral da Associação dos Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra), deputado estadual Marco Prisco (PSDB), indica que 11 policiais foram mortos em todo o estado em 2016 – apenas um deles em serviço. Incluindo o ex-policial civil Wilson Renovato Santos, 53, o número de mortos passaria para 12. Ele foi morto com cinco tiros em um condomínio de Monte Gordo, localidade de Camaçari, no dia 10 de abril, em circunstâncias ainda não esclarecidas. No ano passado, 24 policiais foram assassinados no estado, quatro deles em serviço. Somente de janeiro a julho de 2015, a entidade registrou 17 assassinatos de policiais. Relembre as 11 mortes de policiais na Bahia, este ano, incluindo a de um policial federal, em Juazeiro, de um delegado da Polícia Civil, em Lauro de Freitas, e do soldado da PM Arlen Vinícius Pena da Cruz, morto em confronto com outros policiais ao reagir a uma prisão. Arlen era acusado de liderar uma quadrilha de tráfico de drogas em Feira de Santana. Leia mais no Correio>>>

0 comentários:

Postar um comentário