quarta-feira, 27 de julho de 2016

Pastor é morto em assalto na frente da mãe; suspeito foi linchado

Caso aconteceu em Salvador. (Foto:Correio da Bahia)
O pastor Rosivaldo Oliveira de Jesus, 32 anos, foi morto a tiros na madrugada desta quarta-feira (27) durante uma tentativa de assalto na Avenida Jequitaia, no bairro Água de Meninos. Segundo informações da 16ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Comércio), o crime aconteceu meia hora depois do estabelecimento começar a funcionar, por volta das 4h30, na frente do Mercado Municipal do Peixe, embaixo da Via Expressa. Ainda de acordo com a polícia, Rosivaldo tinha ido comprar peixe com mãe, Nilzete Almeida dos Santos, 70, e quando já estava em seu carro, um Strada Branca, dois suspeitos chegaram em outro veículo e anunciaram o assalto. Um dos ladrões entrou no veículo da vítima, mas antes de fugir fez dois disparos que atingiram Rosivaldo na cabeça. Ele morreu na hora. Na fuga, uma pessoa que ainda não foi identificada fez um disparo na direção do carro roubado. O assaltante perdeu o controle da direção e acabou batendo no fundo de um caminhão. Ele chegou a sair do carro para fugir a pé, mas as pessoas que presenciaram o crime conseguiram deter o bandido e o espancaram até a morte. Uma ambulância chegou a ir até o local, mas o pastor e o bandido já estavam mortos. Os corpos foram removidos e levados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). O outro suspeito conseguiu fugir no carro em que estava.
Vítima era pastor de uma igreja em Alagoinhas. (Foto:Reprodução)
Proprietária do boxe Do mar para a mesa, na Central de Abastecimento de Alagoinhas, semanalmente a comerciante vinha fazer compras no Mercado do Peixe de Salvador com o filho. Dessa vez, foram surpreendidos por um bandido quando guardavam as mercadorias no carro. "A gente estava do lado do motorista e o bandido veio pelo fundo, no lado do carona", contou a mãe da vítima. Ainda segundo ela, diante do anúncio do assalto, o filho teria entregado a chave do carro ao bandido sem reagir e ela correu para trás de um caminhão. "Como eu corri, eu não vi se ele falou alguma coisa depois. Só vi o bandido ligando o carro e vindo em alta velocidade em minha direção. Nessa hora, meu filho gritou: ´sai daí, minha mãe´. Ele queria me salvar. Depois só ouvi os tiros e meu filho caído no chão", conta, ainda em estado de choque. "Era filho do meu marido, mas eu criei desde os 5 anos e era mais próximo de mim do que os meus filhos biológicos. Ele não soltava minha mão para nada", contou. Dona Nilzete mantinha o boxe de venda de peixe e frutos do mar há 30 anos, sendo que em 20 deles com o filho trabalhando com ela. Rosivaldo nasceu em Medeiros Neto, no Extremo Sul da Bahia, mas sempre morou em Alagoinhas com a família. Ele era casado e tinha dois filhos de criação. Há dez anos Rosivaldo fundou a Igreja Internacional Chama de Fogo, em que era pastor. O bandido ainda não foi identificado. Ainda não há informações sobre o enterro.   *Correio da Bahia

0 comentários:

Postar um comentário