quinta-feira, 14 de julho de 2016

Vice-prefeito de Santo Amaro é preso suspeito de fraudar licitações

Vice-prefeito Leonardo Pacheco (Foto: Reprodução)
A operação que investiga fraudes em licitação de obras na Prefeitura Municipal de Santo Amaro resultou nas prisões do vice-prefeito da cidade, Leonardo Pacheco, do secretário de Obras do município, Luís Eduardo Pacheco, o funcionário da pasta, Diego Sales, e os empresários Roberto Santana e Paulo Vasconcelos. As prisões foram realizadas na manhã desta quinta-feira (14). O G1 tentou contato com a Prefeitura de Santo Amaro, mas não obteve sucesso até a publicação desta reportagem. Segundo o MP, as pessoas presas estão sendo acusadas por crimes de fraude em licitações, peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa na montagem e execução de um esquema fraudulento que teria causado um prejuízo de aproximadamente R$ 20 milhões aos cofres públicos. As informações foram divulgadas na tarde desta quinta-feira, em coletiva com promotores que investigam as denúncias. De acordo com o MP, a operação identificou 20 contratos, firmados entre 2011 e 2015, que se referem desde reformas de escolas à construção de creches. O órgão diz que foi constatado um total de 18 obras inacabadas, cujos valores contratados estavam incompatíveis com o estágio e a dimensão do empreendimento.

0 comentários:

Postar um comentário