quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Isaquias se classifica, quebra recorde olímpico e mantém sonho de mais uma medalha

Com 39s659, baiano bateu recorde olímpico na semifinal. (Foto:Murad Sezer | Agência Reuters)
O baiano Isaquias Queiroz segue na disputa por mais uma medalha. Ele ficou em primeiro lugar na semifinal do C1-200m nesta quarta-feira, 17. Com essa posição, ele segue direto para a final, sem depender do resultado do tempo das demais baterias. Ele terminou a prova da semifinal com 39s659, melhorando bastante o seu desempenho em relação à classificatória, quando ele ficou em segundo na sua bateria e fez o oitavo melhor tempo 40s415. Muito além disso, com esse resultado na semifinal, Isaquias bateu o recorde olímpico, que antes era do russo Ivan Shtyl, com 40s346. Com isso, ele é o favorito à medalha na final, que será disputada nesta quinta, 18. Isaquias não é especialista na prova de C1-200 m, que é curta e depende da largada. Mas nesta semifinal, ele já saiu bem e cresceu muito durante a prova, com uma explosão do meio para o final. Com isso, o ubaitabense, que já conquistou uma prata, mantém vivo o sonho de conquistar mais duas medalhas na Rio 2016, tornando-se o primeiro brasileiro a subir três vezes no pódio em uma mesma edição da Olimpíada. "Vou tentar trazer mais essas duas medalhas e acho que não está tão difícil, não. Se não vier, estou dando meu máximo", disse o baiano em entrevista para TV Globo. Isaquias ainda vai disputar a C2-1000m, ao lado do conterrâneo Erlon Souza. As classificatórias acontecem na sexta-feira, 19. * A Tarde

0 comentários:

Postar um comentário