quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Pedófilo portador do vírus HIV usava o WhatsApp para seduzir crianças

Suspeito cometeu alguns dos abusos em quarto de seu apartamento em Santos, no litoral de SP (Foto: G1)
O homem suspeito de abusar sexualmente de várias crianças em Santos, no litoral de São Paulo, é portador do vírus HIV, segundo informações da Polícia Civil. Fernando Ferreira, de 54 anos, foi preso na última sexta-feira (12) e uma das vítimas identificadas passará por exames para checar se foi infectada pelo vírus. A Polícia Civil chegou a Fernando graças a uma denúncia anônima. Após a Justiça emitir mandados de prisão e busca e apreensão contra o suspeito, ele foi preso e confessou os crimes à polícia. Na última quarta-feira (17), possíveis vítimas foram até a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde o caso é investigado, para realizar o reconhecimento do suspeito. Pouco após a prisão, familiares de Fernando procuraram a polícia para entregar seu coquetel de remédios contra o vírus da Aids. O homem foi encaminhado ao 5º Distrito Policial de Santos e está à disposição da Justiça. Ele cumprirá prisão temporária de 30 dias, que pode ser renovada por mais 30 dias.

Ataques
Segundo o chefe responsável pelas investigações, Rodrigo Lima, o suspeito atraía as crianças com jogos de computador e brinquedos, que também foram apreendidos. Fernando também tirava fotos das vítimas na rua, sem que elas percebessem que estavam sendo fotografadas. Em um dos computadores, os policiais encontraram diversas imagens desse tipo. O suspeito, que morava em São Paulo, se mudou para Santos para trabalhar em um prédio. Foi nesse local que conheceu uma das vítimas.

Histórico
Ainda de acordo com informações da Polícia Civil, Fernando foi condenado a 6 anos pela Justiça, em 1994, também pelo crime de pedofilia. Ele afirma que ficou preso em regime fechado durante cerca de dois anos. *Informações do G1

0 comentários:

Postar um comentário