quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Isaquias e Erlon se classificam em 1º e garantem vaga na final

Dupla baiana se classificou em 1º lugar com larga vantagem.
Atuais campeões mundiais, Isaquias Queiroz e Erlon Silva começaram bem a busca pela terceira medalha do Brasil na canoagem nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Nesta sexta-feira, a dupla brasileira ficou em primeiro na bateria eliminatória e avançou direto para a final da categoria C2 – 1000 m na Lagoa Rodrigo de Freitas. Isaquias e Erlon impuseram um forte ritmo desde o início e dominaram a série, liderando de ponta a ponta. Eles completaram a prova em 3min33s269, mais de dois segundos à frente dos ucranianos Dmytro Ianchuk e Taras Mishchuk, que fizeram 3min35s284. Nesta primeira fase, apenas os vencedores avançam de forma direta para a decisão. As demais duplas terão que disputar as semifinais ainda na manhã desta sexta-feira para definirem as outras seis vagas da final que será realizada às 9h22 de sábado. Será a oportunidade para Isaquias Queiroz se tornar o primeiro brasileiro a ganhar três medalhas em uma mesma Olimpíada. Na última quinta-feira, o canoísta já entrou para a seleta lista de esportistas do país com duas láureas em uma mesma edição ao ficar com o bronze na categoria C1 – 200m. Dois dias antes, ele ganhou a prata na C1-1000 m. Antes de Isaquias, a lista de brasileiros com duas medalhas em uma edição olímpica tinha apenas o também nadador Gustavo Borges (prata nos 200 m livre e bronze nos 100 m livre em Atlanta-1996) e os atiradores Guilherme Paraense (ouro na pistola militar de 30 m e bronze por equipes na pistola livre 50 m na Antuérpia-1920) e Afrânio da Costa (prata na pistola livre de 50m e bronze por equipes na mesma prova de Paraense em 1920). Erlon Silva e Isaquias Queiroz chegam à final da C2- 100 m como um dos favoritos ao ouro. Os dois foram medalhistas na prova nas duas últimas edições de Mundial de canoagem (bronze em Duisburg-2013 e ouro em Milão-2015). *Uol Esportes

0 comentários:

Postar um comentário