sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Nova lei prevê pena de até cinco anos de prisão para quem roubar galinha

Nova lei aumenta a pena para até cinco anos de reclusão.
Roubar uma galinha ou um boi terá uma pena superior ao crime de lesão corporal. Essa é a avaliação da advogada Camila Hernandes, em entrevista ao Bahia Notícias, sobre a Lei 13330/16. A norma foi sancionada pelo presidente em exercício, Michel Temer. O texto agrava a pena dos crimes de furto e receptação de semovente domesticável de produção (gados, caprinos, aves, suínos, por exemplo), ainda que seja abatido ou divido em partes no local do furto. Atualmente, o crime de furto tem pena de um a quatro anos de prisão. A nova lei aumenta a pena, passando para entre dois a cinco anos de reclusão, nos regimes fechado, semiaberto ou aberto. Clique aqui e leia a matéria completa na coluna Justiça!

1 comentários:

Jose Augusto Augusto disse...

Isso e um absurdo. Não que ladrão de galinha não tenha punição. Roubo é roubo. E quem rouba o povo, a Petrobras, a merenda escolar, o livro do aluno, o dinheiro da saúde, as licitações fraudulentas, fica como

Postar um comentário