quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Advogado de suspeito de demolir casa em Conquista diz que cliente pagará prejuízos

Casa foi demolida quando proprietário prestava depoimento à polícia (Foto: Reprodução/TV Sudoeste)
O advogado do suspeito de ter mandado demolir a casa do lavrador Deusdete Almeira, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, procurou a delegacia da cidade nesta terça-feira (6) para contar que o cliente irá se apresentar na próxima semana e que pagará pelo prejuízo causado à família. As informações foram passadas ao G1 pelo delegado responsável pelo caso, Nei Brito. De acordo com o delegado, que não quis identificar o suspeito para não atrapalhar nas investigações, o homem irá prestar depoimento na próxima segunda-feira (12).

Ainda conforme as informações dadas ao G1 pelo delegado Brito, o responsável pela destruição do imóvel pode responder por dano ao patrimônio qualificado. A pena para esse tipo de crime é de seis meses a três anos de prisão.Segundo o delegado, a demolição ocorreu no dia 30 de agosto. O lavrador Deusdete Almeira, proprietário da casa, prestava depoimento na delegacia após ser intimado para tratar de uma queixa prestada por um vizinho, no momento do crime.

O homem demorou cerca de uma hora e meia na delegacia e, quando retornou, a casa já estava demolida, informou o delegado. Apenas algumas paredes do imóvel da família ficaram de pé. Os móveis e objetos ficaram nos escombros. Segundo as informações, a mãe do lavrador, Valdete Silva, também tinha saído no dia da demolição. A aposentada foi fazer um tratamento de saúde e, quando chegou em casa, encontrou a destruição. A casa ficava localizada na BA-262, a 8 km de Vitória da Conquista. O terreno do imóvel é de três hectares e foi uma herança deixada pelo pai de Deusdete, que já morreu. "A todo modo, eu tenho a escritura do terreno da casa. Eu não saio daqui enquanto não ser apurado o caso", afirma o lavrador. *Informações do G1

0 comentários:

Postar um comentário