quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Cremeb alerta sobre os cuidados necessários em ‘mutirões de cirurgias’

Governo realiza mutirões de cirurgias no interior do estado (Foto:GOV-BA)
O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb), enquanto órgão que zela pelas condições de trabalho do médico e dos serviços prestados à sociedade, vem a público alertar os pacientes que têm interesse de realizar um procedimento cirúrgico durante os chamados “mutirões de cirurgias”. Para que o procedimento seja realizado de forma adequada, evitando surpresas negativas, principalmente, no pós-operatório, é fundamental seguir algumas recomendações básicas que começam antes mesmo da cirurgia. O primeiro passo é realizar todos os exames (laboratoriais e de imagens) pré-operatórios necessários. De posse dos resultados dos exames e da indicação médica, o paciente deve observar as condições do local onde o procedimento será realizado. Isso envolve instalações físicas, higiene, medicações, equipamentos e equipe qualificada. É importante, por exemplo, saber se haverá um anestesista para administrar o sedativo.

Os cuidados no pós-operatório também merecem atenção. O sucesso de uma cirurgia depende de um acompanhamento após o procedimento. Lembre-se que, além do médico, os gestores responsáveis pelos mutirões devem orientar os pacientes, fornecendo, de forma objetiva, todas as informações relativas à intervenção cirúrgica. O Cremeb salienta que, independentemente do grau de complexidade, todo procedimento cirúrgico oferece riscos ao paciente, portanto, deve ser realizado seguindo as normas de segurança na saúde. E, caso o paciente tenha dúvidas ou não se sinta seguro, recomenda-se que a cirurgia não seja realizada. Em tempo, o Conselho chama atenção dos médicos para a importância de observar os protocolos de segurança dos pacientes e comunicar ao Cremeb a existência de qualquer irregularidade, visando sempre o que está no Código de Ética Médica, Capítulo I, inciso II (Princípios Fundamentais): ”O alvo de toda a atenção do médico é a saúde do ser humano, em benefício da qual deverá agir com o máximo de zelo e o melhor da sua capacidade profissional”.

0 comentários:

Postar um comentário