quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Direção do HGI comenta caso de paciente conduzido pela PM que não recebeu atendimento

Foto:Arquivo/Giro em Ipiaú
A direção do Hospital Geral de Ipiaú (HGI) comentou o caso do paciente conduzido até a unidade hospitalar pela PM na última terça-feira (06) e que não teria recebido atendimento médico, por falta de materiais para a realização de uma sutura nos lábios do homem acusado de roubo e que teria sofrido uma queda ao fugir da polícia Militar. De acordo com o diretor João Henrique Sampaio, foi “equivocado afirmar que o HGI não possuía material para a realização de tal procedimento”. Confira a nota na íntegra;

“O paciente Josevan Santos Machado, foi trazido e acompanhado por Policiais Militares lotados 55ª Companhia Independente de Policia Militar da Bahia e admitido no Hospital Geral de Ipiaú, as 10 horas e 23 minutos do dia 06 de setembro de 2016, onde foi prontamente atendido pelo médico plantonista. Logo evidenciado pelo Socorrista a necessidade de realização de sutura, constatado que o material necessário estava em processo de esterilização, foi solicitado aos Policiais Militares que aguardasse a chegada do material para a realização do procedimento. Para surpresa da equipe, os referidos Policiais que por ora trouxeram o paciente a Unidade, deixaram o local levando o paciente. É interessante mencionar que todo paciente admitido em uma Unidade Hospitalar, só pode deixar a Unidade em quatro situações: alta a pedido e assinada em próprio punho pelo paciente ou familiar responsável, alta por melhora do quadro, transferência para outra Unidade, Óbito e Evasão (por interesse pessoal ou de terceiros). Logo verificamos que este paciente evadiu com interesse de terceiros. A direção do HGI solicitou a abertura de sindicância para apuração dos fatos, como também iremos solicitar ao Comando da Policia Militar que averigue a conduta dos policiais.  

É verdade que teve inicio nessa segunda-feira, 05/09/2016 o Mutirão de cirurgias promovido pelo Governo do Estado no HGI, dotado de todos os equipamentos e materiais necessários para realização das cirurgias e demais procedimentos realizados na unidade, inclusive com reforço do quadro de funcionários e reforma das instalações. A população de Ipiaú e das cidades circunvizinhas pode confiar no serviço prestado pelo Hospital Geral de Ipiaú que tem um corpo de servidores dedicado e comprometido com uma saúde da população. Cabe destacar que foram investidos recursos em reforma e manutenção da Unidade pelo Governo da Bahia na ordem de mais de R$ 250 mil, recebendo da SESAB prioridade absoluta na requalificando de toda sua estrutura", finaliza a nota da direção do HGI.

0 comentários:

Postar um comentário