sábado, 17 de setembro de 2016

Eunápolis: PM morto em assalto chegava da igreja quando foi alvejado

Romário José da Silva trabalhou na Polícia Militar por mais de 30 anos .
O sargento da reserva da Polícia Militar morto durante um assalto na noite quinta-feira (15), no município de Eunápolis, sul da Bahia, voltava da igreja com a família no momento em que ocorreu o crime. As informações foram passadas ao G1 pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (16). De acordo com a polícia, a família chegava em casa, no bairro Vila Olímpica, por volta das 22h, quando quatro homens armados se aproximaram a pé e anunciaram o assalto. Romário José da Silva, de 54 anos, reagiu e os homens atiraram várias vezes contra ele e fugiram levando o carro do sargento. Segundo a polícia, a vítima chegou a ser levada para o Hospital Regional de Eunápolis, mas não resistiu aos ferimentos. O sargento foi enterrado na tarde desta sexta-feira, no Cemitério da Consolação, no município onde o crime ocorreu. Ainda conforme a polícia, a vítima trabalhou por mais de 30 anos na Polícia Militar e estava aposentada há cerca de 5 anos. Até o fechamento desta reportagem, nenhum suspeito tinha sido preso. O caso é investigado como latrocínio, roubo seguido de morte.

0 comentários:

Postar um comentário