quinta-feira, 1 de setembro de 2016

"Governo golpista sofrerá a mais incansável oposição", afirma Dilma

Dilma fez último pronunciamento no Palácio do Planalto (Foto:Divulgação)
A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou em um duro pronunciamento feito no Palácio do Alvorada, em Brasília, na tarde desta quarta-feira (31), que o impeachment é um "golpe parlamentar" e prometeu fazer forte oposição ao governo Michel Temer (PMDB). "Eles pensam que nos venceram, mas estão enganados. Sei que todos vamos lutar. Haverá contra eles a mais firme, incansável e enérgica oposição que um governo golpista pode sofrer", disse. A ex-presidente disse que a confirmação de Michel Temer (PMDB) na Presidência ameaça direitos trabalhistas e das minorias. "O golpe é contra os movimentos sociais e sindicais e contra os que lutam por direitos em todas as suas acepções. O golpe é misógino. O golpe é homofóbico. O golpe é racista. É a imposição da cultura da intolerância, do preconceito, da violência." A petista também afirmou que as forças que a apoiaram voltarão ao poder. "Não desistam da luta. Essa história não acaba assim. Nós voltaremos. Voltaremos para continuar nossa jornada rumo a um Brasil em que o povo é soberano."

0 comentários:

Postar um comentário