sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Polícia prende acusado de matar jequieense estrangulada em Salvador

Jovem é acusado de matar a namorada estrangulada (Foto:Reprodução)
O engenheiro mecatrônico Marco Aurélio da Conceição Machado, 24 anos, confessou ter matado a técnica de enfermagem Jeiza de Jesus Andrade, 27, após se entregar na tarde dessa quinta-feira (1), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), seis dias após o crime. Marco estava escondido na casa de um amigo em Periperi e disse que estava arrependido. Ele foi apresentado na manhã desta sexta-feira (2), na sede do DHPP. Durante a coletiva, Marco Aurélio pediu desculpas aos familiares da ex-namorada. “Eu não sei explicar como aconteceu. Fugi porque fiquei desesperado. Nunca imaginava matar ninguém. Nunca fui ciumento com ela, ela que era muito ciumenta pro meu lado. Eu tô arrependido. Se eu pudesse, voltava no tempo pra trazer ela aqui de volta. Eu só queria isso, ter ela de volta. Eu amava ela! Se eu pudesse dar minha vida para ela estar aqui, eu daria”, disse.
Namorado teria confessado o crime (Foto:Divulgação)
De acordo com a delegada Mariana Ouaiss, titular da 1ª Delegacia de Homicídios, Marco contou à polícia que asfixiou Jeiza com as mãos depois de uma discussão por ciúmes na sexta-feira (26). Ele tinha ido a uma festa na vizinhança e a namorada ficou em casa, porque não estava se sentindo bem. Ao sair da festa, ele foi para a casa dela e os dois discutiram porque a técnica de enfermagem acreditava que Marco Aurélio estava paquerando alguém na comemoração. *Correio da Bahia

0 comentários:

Postar um comentário