quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Bahia: Cabeleireira confessa ter matado guarda municipal com 40 facadas

Guarda teria ameaçado divulgar vídeos íntimos da ex-namorada.
A cabeleireira Keliane Silva Lopes, 21 anos, se apresentou na Delegacia de Homicídios de Feira de Santana e assumiu ter matado o namorado e guarda municipal Otávio Galvão Andrade Neto, 36, com 40 facadas na madrugada de sexta-feira (21). Ela procurou a polícia nesta segunda-feira (24), acompanhada de um advogado. Segundo o titular da Delegacia de Homicídios, Gustavo Coutinho, Kelly, como a cabeleireira é conhecida, estava sendo chantageada pelo namorado. Os dois viviam um relacionamento há cerca de três anos, mas a relação era conturbada. 

"Ela contou que o namorado era possessivo e violento. Os dois terminaram e reataram a relação diversas vezes. Há cerca de quatro meses ele fez três vídeos íntimos dela e passou a chantageá-la, ameaçando postar os vídeos no Facebook e espalhar as imagens entre os amigos", afirmou o delegado. Três dias antes do crime, Otávio Galvão pediu que Kelly fosse dormir na casa dele, com a promessa de entregar os três vídeos íntimos à cabeleireira, o que não aconteceu. Na sexta-feira, ela esperou o namorado dormir e procurou pelo celular dele - onde estavam registrados os vídeos - por toda a casa, mas não encontrou.

"Eles estavam bebendo. Ela foi até a cozinha pegou uma faca e golpeou a vítima. Ela contou que também tentou sufocá-lo porque ele acordou durante o crime, mas foram as facadas que o mataram", disse Coutinho. A cabeleireira foi ouvida e liberada após o depoimento. A polícia ainda não fez o pedido de prisão de Kelly e ela continua em casa.

0 comentários:

Postar um comentário