quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Ipiaú: Reeleita e com a maior votação, Simone Coutinho almeja presidência da Câmara

Simone Coutinho foi a candidata que teve a maior votação nessas eleições.
O pleito do último domingo, 2, garantiu à professora Simone Coutinho Brito -PMDB- o segundo mandato consecutivo na Câmara Municipal de Ipiaú e a maior votação dentre os 116 candidatos que concorreram a uma vaga na casa. A escolha por 841 eleitores também lhe colocou  na melhor marca entre as mulheres que até então foram eleitas para o Poder Legislativo. A atuação parlamentar de Simone Coutinho destaca-se com pautas ligadas as áreas da saúde e educação, inclusive preside a comissão de trabalho que atende a estas demandas.  Em 2012, concorrendo pelo PDT elegeu-se com 471 votos. Em uma tentativa anterior obteve pouco mais de 200 votos. 

A vereadora não descarta a possibilidade de concorrer à Presidência da Câmara e mesmo tendo participado da coligação oponente à prefeita eleita, não se mostra inflexível quanto a um apoio ao próximo governo municipal. ”Eu vou contribuir para que Maria cumpra o que ela prometeu ao povo de Ipiaú e que o seu governo tenha sucesso”, assegurou Simone. Ela acrescenta que até o final de dezembro estará com o prefeito Deraldino, mas a partir de janeiro do próximo ano estará com a prefeita Maria das Graças.

Foi no âmbito familiar que Simone Coutinho começou a se interessar por política. Seu pai, o ex-deputado estadual e ex-prefeito de Ipiaú, Miguel Cunha Coutinho, era um dos políticos mais carismáticos desta região. Ela lhe acompanhou em diversas caminhadas, absorveu parte do estilo populista e da atenção com os cidadãos mais carentes, além de aprender a arte de pedir o voto. Simone garante que tem consigo o propósito de não deixar o nome de Miguel Coutinho ser esquecido junto à comunidade ipiauense. 

Seguindo a linhagem de Miguel Coutinho, a parlamentar se diz honrada pelo reconhecimento que o povo de Ipiaú lhe conferiu e reafirma que manterá as lutas por mais saúde, educação, moradias dignas e liberdades democráticas. “Quero fazer  um mandato ainda mais vinculado com a luta do povo, mantendo nossa tradição humanista e igualitária, auxiliando para que o governo de Maria seja de amor e paz”, concluiu a vereadora. (GIRO/José Américo Castro).

0 comentários:

Postar um comentário