terça-feira, 25 de outubro de 2016

Professores e servidores param atividades em universidades estaduais

Em Itabuna, alunos e professores da UESC protestaram nas ruas contra a PEC 241.
Os professores e servidores técnicos administrativos das universidades estaduais da Bahia pararam as atividades nesta terça (25) e quarta-feira (26). A paralisação atinge a Universidade Estadual da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), de acordo com a Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb). Os portões das universidades estão fechados e as aulas estão suspensas, segundo a Associação de Docentes do Estado da Bahia (Aduneb). A diretora da Aduneb, Caroline Lima, diz que as categorias protestam contra a PEC 241, a Medida Provisória (MP) sobre a reforma o ensino médio, além da pauta estadual, em que reivindicam promoção e progressão do regime de trabalho e 10% da receita líquida de impostos para as universidades estaduais. Segundo a Aduneb, os estudantes fazem ocupações contra a PEC 241 na reitoria da Uneb em Salvador, nos campi da Uneb em Santo Antônio de Jesus e Teixeira de Freitas, além da Uesb e Uesc.

Itabuna
Professores, servidores administrativos e estudantes da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) promoveram, na manhã de hoje (25), uma caminhada pela avenida do Cinquentenário e um ato público na Praça Adami, em Itabuna. Desde ontem a noite, estudantes ocupam o campus da Uesc, na rodovia Ilhéus-Itabuna, que está com as atividades paralisadas.

0 comentários:

Postar um comentário