sábado, 1 de outubro de 2016

Seca reduz rebanho bovino na Bahia; Itapetinga teve maior queda

O município de Itapetinga teve redução em torno de 24,5%.
A seca provocada pelo fenômeno El Niño, que tem impedido a ocorrência de chuvas em diversas regiões da Bahia e do Nordeste, está levando os produtores agrícolas e da pecuária a amargarem acentuada quebra na safra de grãos e redução nos rebanhos bovino, suíno e de aves. De acordo com a SEI-Superintendência de Estudos Sociais e Econômicos da Bahia, embora o efetivo do rebanho bovino do país tenha alcançado a marca recorde de 215,2 milhões de cabeças em 2015, compreendendo um crescimento de 1,3% em relação a 2014, na Bahia quase metade dos municípios produtores de bovinos apresentaram queda no número de cabeças em comparação com o verificado no ano anterior. Nada menos que dez municípios do estado que se destacam na produção apresentaram queda no tamanho do rebanho. O município com maior queda do rebanho é Itapetinga, com redução em torno de 24,5%, passando de uma população de 132.338 cabeças para 100.263 bovinos. Nos municípios do entorno a perda envolveu uma média de 10%. Leia mais no Tribuna da Bahia.

0 comentários:

Postar um comentário