sábado, 26 de novembro de 2016

ACM Neto e Rui Costa analisam saída de Geddel do governo

Foto:Reprodução/Arquivo.
A queda do ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) da Secretaria de Governo foi comentada na noite desta sexta-feira, 25, pelos dois principais líderes políticos da Bahia e possíveis adversários em 2018: o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), aliado do ex-articulador político do governo Temer, e o governador da Bahia, Rui Costa (PT). O prefeito destacou que o ex-ministro fez um trabalho importante para a Bahia e Salvador na sua passagem pelo primeiro escalão do governo e disse que “continua firme” a sua parceria com PMDB. “Tenho certeza que ele (Geddel) vai continuar a nos ajudando na construção das políticas públicas na cidade e vamos continuar usando nossa articulação em Brasília (com o governo federal) para defender os interesses da cidade”, afirmou Neto. 

Para o gestor municipal, a saída do ministro do governo não altera o atual quadro das forças políticas na Bahia, depois que a oposição saiu fortalecida da última eleição. “Geddel continuará sendo importante ator político no Estado. O PMDB é forte na Capital e no interior”, avalia ACM Neto. O governador Rui Costa (PT) não quis comentar sobre as repercussões políticas geradas pela demissão do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Mas disse esperar que o episódio não contamine o esforço que os estados vêm fazendo para superar a crise orçamentária. “É importante a união de todos os segmentos no sentido de recompor o equilíbrio fiscal e garantir os investimentos para importantes obras de infraestrutura e a geração de emprego. Meu foco está distante destas questões políticas”, afirmou Rui Costa. *Nota do A Tarde

0 comentários:

Postar um comentário