sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Família diz que médicos retiraram rim errado de menina de 7 anos na Bahia

Caso aconteceu no oeste do estado da Bahia.
Familiares de uma menina de 7 anos, no município de Luís Eduardo Magalhães, no oeste do estado, acusam médicos de terem retirado o rim direito da criança, quando o procedimento médico previsto era a remoção de cálculos no rim esquerdo. Os tios contam que descobriram que a menina estava com cálculo renal, popularmente conhecido como 'pedra no rim', em junho de 2015. Eles afirmam que ela passou por tratamento, mas ainda faltava uma cirurgia. A pequena Clara Munique dos Reis Conceição precisava tirar duas pedras do rim esquerdo. Ela foi operada no mês de outubro, no Hospital do Oeste, em Barreiras. Depois do procedimento, a família diz que teve uma surpresa. “Em vez do doutor mexer do lado esquerdo, onde estavam as pedras, ele foi lá e mexeu no direito. Arrancou o rim da menina sem autorização da família”, conta Gessivânia Damasceno dos Reis, que é tia da criança. Leia mais >>>

0 comentários:

Postar um comentário