quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Gandu: Júri condena mulher a 16 anos de prisão por mortes em acidente de trânsito

Julgamento aconteceu na última terça-feira (Foto:Blog do Zebrão)
Uma mulher foi condenada pelo Tribunal do Júri, em Gandu, no baixo sul baiano, por causar propositalmente um acidente de trânsito que matou três pessoas e deixou quatro feridas, em janeiro de 2001, na BR-101. O júri, ocorrido na última terça-feira (22), condenou Anete Bispo do Santos a 16 anos e 10 meses de prisão. Ela foi condenada por crime de homicídio doloso qualificado por motivo fútil. Segundo a denúncia, Anete Santos perseguiu o carro das vítimas após discutir com elas no trânsito e fechou o veículo em uma ultrapassagem. A manobra brusca ocasionou o capotamento do automóvel. Os jurados acolheram a acusação de crime doloso com dolo eventual, sustentada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), através do promotor de Justiça Márcio Bellazzi. O júri também considerou que a ré agiu assumindo o risco de produzir o acidente fatal. O júri rejeitou o argumento da defesa de que Anete Santos não agiu com dolo e o pedido de desclassificar o crime de doloso para culposo.

0 comentários:

Postar um comentário