segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Ipiaú: Produtores familiares da região do Braço Pequeno reativam associação

Sede da APROBRAP foi inaugurada na Fazenda Laranjeira.
Foi instalada na tarde desse domingo, 20, na sede da Fazenda Laranjeira, interior do município de Ipiaú, a nova diretoria da Associação dos Produtores Rurais Familiares da Região do Braço Pequeno (APROBRAP). A entidade envolve 50 produtores que atuam com diferentes culturas, tanto da agricultura convencional como da orgânica, dando ênfase na diversificação e utilizando o trabalho familiar. A diretoria empossada ficou assim constituída: Presidente- Antônio Pereira Cardim; Secretária- Selma Pires dos Santos; Tesoureira- Josinéia Silva dos Santos. Os membros titulares do Conselho Fiscal são: Gervásio Coelho dos Santos, Augusto de Almeida e José Teles dos Santos. Na suplência do Conselho Fiscal foram empossados os agricultores Ana dos Santos, Reginaldo Rodrigues dos Santos e Lourival dos Santos Batista.  O processo de renovação da APROBRAP teve como principal articuladora a agricultora Josilene Santos. Os técnicos da Ceplac, Ivan Reis e Antonio Lisboa, deram grande contribuição na organização do evento e lembraram que a geração de renda e abertura de novas oportunidades, acontece  na medida em que ocorre a inserção da produção familiar, em mercados de compras públicas, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).
Lideranças Políticas
A solenidade de instalação da nova diretoria da entidade reuniu mais de 60 pessoas, dentre as quais lideranças políticas como a  vereadora e vice-prefeita eleita Margarete Chaves-PP-, o vereador reeleito Orlando Santos-PT- e os vereadores eleitos Robson Moreira- DEM-,  Pery-PP-, Andréia- PMDB- e Lucas do Social-PMDB-, além do médico Valnei Pestana que será o próximo Secretário de Agricultura do município. Todos eles ressaltaram a importância da agricultura familiar que se sobressai por adotar práticas ambientalmente mais sustentáveis, em função, principalmente de sua característica de produção em pequena escala e por evitar os riscos proporcionados pelas monoculturas de grandes propriedades.  (GIRO/José Américo Castro)

0 comentários:

Postar um comentário