segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Criança foge de casa e caminha mais de 30 km com medo de apanhar da mãe

Menino de 6 anos foi encontrado três dias depois (Foto: Blog do Sigi Vilares)
Uma criança de seis anos fugiu de casa, na zona rural de Cotegipe, região oeste da Bahia, e passou três dias desaparecida na mata, até ser localizada por equipes de busca, no domingo (14). Segundo informações do Corpo de Bombeiros ao G1, o menino fugiu de casa porque estava com medo de apanhar da mãe, depois de machucar o irmão durante uma brincadeira. Durante a operação, os bombeiros chegaram a usar um helicóptero para encontrar a criança. Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, o menino machucou o irmão durante uma brincadeira na tarde de sexta-feira (12), e correu para mata na tentativa de fugir da mãe, que estava ameaçando bater na criança. Após horas se passarem, e a criança não retornar, os pais pediram ajuda de outras pessoas da região para localizar o filho.
Criança ficou perdida três dias numa mata (Foto: Blog do Sigi Vilares)
Sem sucesso nas buscas, a família acionou o Corpo de Bombeiros, que montou uma operação para localizar a criança. Na tentativa de facilitar a busca, os bombeiros usaram uma helicóptero do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA). De acordo com os Bombeiros, normalmente a aeronave é utilizada para combater incêndios florestais. O menino foi encontrado por um grupo de buscas no domingo, em uma estrada de barro, a cerca de 30 quilômetros do local onde ele desapareceu. O major do Corpo de Bombeiros, José Manoel Lusquinhos, informou que a criança estava consciente, mas em estado debilitado.

“Ele deu sorte que choveu durante o fim de semana, então ele conseguiu se hidratar. Além da água da chuva, ele contou que comeu algumas plantas que encontrou na região”, contou o major. A criança foi encaminhada para o Hospital do Oeste, em Barreiras, onde passou por alguns exames, mas na manhã desta segunda-feira (14), já havia recebido alta para retornar para casa. Ainda de acordo com o major, a criança contou que ouviu o barulho do helicóptero, e gritos dos grupos de busca, mas que se escondeu para não ser localizado. “Ele estava com medo de voltar para casa, e se manteve escondido, o que dificultou a operação, mas no final deu tudo certo”. O G1 entrou em contato com a delegacia da cidade, mas até a manhã desta segunda, o caso não havia sido registrado pelos policiais.

0 comentários:

Postar um comentário