sexta-feira, 25 de novembro de 2016

'Se eu sou o problema, então está resolvido', afirma Geddel, após pedir demissão

Geddel afirma ter passado a noite acordado, refletindo sobre qual decisão tomar.
Após pedir demissão, com uma carta encaminhada por e-mail, o ex-ministro da Secretaria do Governo, Geddel Vieira Lima, afirmou em entrevista ao Blog do Camarotti que acredita que a crise política decorrente das denúncias do ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, deve reduzir a seu “tamanho real” após ter deixado o cargo. "Se eu sou o problema, então está resolvido. Acho que o episódio agora ficará restrito ao seu  tamanho real", disse. Ele telefonou para o presidente Michel Temer de Salvador, onde reside. "Foi uma conversa emotiva de dois amigos", relatou. Geddel afirma ter passado a noite acordado, refletindo sobre qual decisão tomar. Questionado sobre a demora para pedir demissão, o peemedebista afirmou que "saiu na hora que tinha que sair" e que a decisão foi de caráter pessoal, na qual pesou a questão familiar. Geddel ainda criticou o comportamento do ex-ministro Marcelo Calero (Cultura), que gravou conversas com ele, com Temer, e com o ministro Eliseu Padilha.

0 comentários:

Postar um comentário