sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Ipiaú completa 83 anos de emancipação politica

O município de Ipiaú completa hoje 83 anos de emancipação política.
Nesta sexta-feira, dia 2 de dezembro, o município de Ipiaú completa 83 anos de emancipação política. Nenhuma programação oficial foi elaborada para comemorar a data, entretanto o emergente movimento “Coletivo Cultural” decidiu realizar em praça pública um espetáculo que se prolongará por quase 10 horas seguidas com atividades que envolvem música, teatro, poesia e outras expressões das artes cênicas. O evento, denominado de GRITO DE IMPROVISO  terá como palco a Praça Rui Barbosa e tem início previsto às 17 horas com uma palestra do jornalista José Américo Castro sobre a história da arte na cidade.
História
O marco inicial da colonização do Município de Ipiaú aconteceu na segunda década do século passado, aproximadamente no ano de 1913 quando chegaram os primeiros desbravadores, dentre os quais Elias Midlej, José Maron, José Miraglia e Domingos Castro. Antes a região era habitada pelos índios Tapuias.  O lugarejo foi chamado de Rapa-tição e, segundo alguns, a origem desse termo deveu-se uma briga entre duas mulheres que se serviam de lenha em brasa como arma, enquanto outros explicam que tal nome era corruptela da palavra "Repartição", pois que no arraial funcionava um posto de arrecadação de tributos fiscais, instalado em 1916 pela Intendência de Camamu.
A 1º de agosto de 1916, Rapatição passou à categoria de distrito, com o nome de Alfredo Martins, pertencente ao município de Camamu . Em 1930 foi elevado a subprefeitura, com o nome de Rio Novo e em 1931 foi desmembrado de Camamu e anexado ao município de Jequié. Finalmente, por força da Lei Estadual nº 8.725 de 02 de dezembro de 1933, assinado pelo então Governador Juracy Magalhães, foi criado o município de Rio Novo, cuja denominação se explica devido às modificações no leito do Rio Água Branca, afluente do Rio das Contas, que banha a localidade. Mais tarde, exatamente em 31 de dezembro de 1943, uma reformulação administrativa impôs a mudança do nome de Rio Novo, ao proibir a existência, no Brasil, de duas localidades com a mesma denominação. Assim, surgiu o novo nome Ipiaú. (GIRO/José Américo Castro)

0 comentários:

Postar um comentário