quarta-feira, 17 de maio de 2017

Ex-prefeito de Itagimirim é acusado de roubar cadeira do gabinete e documentos da prefeitura

Materiais furtados foram recuperados pela Polícia (Foto: Divulgação)
O ex-prefeito de Itagimirim, que deixou o cargo este ano, e quatro ex-secretários da cidade são investigados por roubo de bens e documentos da prefeitura, que fica no sul do estado. Nesta quarta-feira (17), eles foram levados à delegacia pela Polícia Civil de Eunápolis para prestar depoimento. Entre os bens roubados está até a cadeira do prefeito. Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos. O ex-gestor, Rogério Andrade de Oliveira, além dos ex-secretários municipais Sérgio Murilo Cerqueira, Rilson Neris Miranda, Rafael Cesar do Amaral e Wesley José Conçalves foram alvos das conduções coercitivas. Além da cadeira, foram levadas peças de veículos automotores e tratores, mobiliários da sala de recepção do gabinete, quadros, ar-condicionados, computadores, scaner, impressoras e outros.
Documentos furtados da prefeitura municipal de Itagimirim (Foto: Divulgação)
Os mandados foram expedidos pelo Juiz de Direito Roberto Costa de Freitas Júnior e foram cumpridos nos municípios de Itagimirim, Itapebi, Santa Cruz Cabrália e zona rural de Belmonte, todos esses em relação às práticas investigadas contra a ex-gestão de Itagimirim. A polícia investiga ainda condutas de improbidade administrativa, como falta de prestação de contas ao Tribunal de Contas do Estado, ausência de portarias de nomeações, e das pastas de processos, para pagamentos de servidores municipais. As investigações policiais estão a cargo da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia Civil do Interior, sediada em Eunápolis, e foram iniciadas após requisição do Promotor de Justiça, Helber Luiz Batista, da Comarca de Itagimirim. *Com informações do G1

0 comentários:

Postar um comentário