quarta-feira, 28 de junho de 2017

Casarão de Zé Américo consolida-se como Centro Cultural em Ipiaú

Programação no Casarão segue até o próximo domingo (02).
Definitivamente o Coletivo Cultural de Ipiaú firma-se como vitoriosa entidade promotora de eventos e proporciona para que o histórico casarão da família Castro consolide-se na condição de especial centro da cultura local. A programação elaborada pelo Coletivo Cultural prossegue na noite de hoje, 28, com um festival de música instrumental que dentre outros bons músicos traz Valdir Pino e o jovem Gabriel Castro Brito. Além disso tem o ensaio de uma Quadrilha Junina. Na noite de terça-feira (27), o público curtiu a tradição do reisado apresentada pelo grupo São Francisco de Folia de Reis, coordenado pela professora Nilceia Pimenta Hohlenwerger, uma ipiauense que vem trabalhando pelo resgate desta manifestação no município de Manoel Vitorino, através do Projeto Raiz do Umbuzeiro. 
Grupo Maktub, de Ilhéus, apresentou a peça teatral "Histórias de Cabaré".
Coroando a noitada cultural o Grupo Maktub, de Ilhéus, apresentou a peça teatral "Histórias de Cabaré", baseada no romance Gabriela Cravo e canela, do escritor Jorge Amado. A numerosa e atenta platéia aplaudiu calorosamente. Paralela às atividades cênicas prossegue no Casarão a maravilhosa mostra de artes visuais com obras de Artur Campelo, Jurnier Costa, Rogério Ferrari, Allisson Cafeseiro, Pedro Gabriel, Jutahy Pamponet, Gilson Santos, Paulinho Barbosa, Capitão, Dante, Ricardo Tannus, Celau Tavares, Luciano Lelis, Danilo A.Melo, Luzival Bispo Pina, V. Palafoz e Flavios Odorico, dentre outros. 

0 comentários:

Postar um comentário