segunda-feira, 17 de julho de 2017

Cadastro rural ambiental será necessário para crédito a partir de 2019, avisa secretário

A partir de dezembro, o proprietário rural que não tiver esse certificado não poderá acessar o crédito agropecuário.
O secretário de Meio Ambiente, Geraldo Reis, explicou que os certificados rurais ambientais, que serão entregues nesta segunda-feira (17) para pequenos proprietários da região de Santaluz, se tornarão essenciais para o acesso ao crédito rural a partir de 2019. “Estamos falando de um documento de suma importância, porque, de acordo com a lei, todo proprietário rural precisa ter esse certificado até dezembro deste ano. A partir de dezembro, o proprietário rural que não tiver esse certificado não poderá acessar o crédito agropecuário”, detalha Reis, ao Bahia Notícias. O titular do Meio Ambiente entrega, junto com o governador Rui Costa, mais de 2.200 cadastros rurais ambientais para proprietários de terra em quatro municípios nas imediações de Santaluz, na região Sisaleira. “Para o estado esse certificado é importante porque vai significar um diagnóstico, uma radiografia de todos os aspectos ambientais das 750 mil propriedades rurais no estado da Bahia. Isso vai permitir um melhor planejamento, uma melhor gestão para os aspectos ambientais, incluindo os recursos hídricos”, aponta o secretário. 

0 comentários:

Postar um comentário