sábado, 8 de julho de 2017

Governo deve investir R$ 86 milhões em emprego, estágio e bolsas de estudo até 2018

O governo estadual estima contemplar até o final de 2018 cerca de 20,5 mil estudantes de cursos profissionalizantes da rede pública estadual e jovens universitários com oportunidades de emprego, estágio e bolsa de auxílio-permanência. Três programas criados para atender a jovens egressos dos cursos profissionalizantes da rede estadual e para universitários vão demandar recursos da ordem de R$ 86 milhões até o próximo ano. Lançados em meados do primeiro semestre deste ano, os programas Mais Futuro e Partiu Estágio são direcionados para jovens cursando graduação em nível superior em universidades estaduais e federais na Bahia. O Mais Futuro, que já inscreveu 5.763 estudantes das quatro instituições estaduais, garante uma bolsa de auxílio-permanência que varia de R$ 300 a R$ 600, para estudantes em início de curso, e estágio para aqueles com dois terços do curso já concluídos. Já o Programa Partiu Estágio amplia as oportunidades de estágio para graduandos com 50% do curso já concluído na administração pública estadual e em empresas privadas. Lançado em novembro passado, a meta do Programa Primeiro Emprego é oferecer a primeira experiência profissional para nove mil jovens oriundos da rede estadual de Educação Profissional. São 4.500 vagas entre novembro de 2016 a novembro de 2017, e outras 4.500 entre novembro de 2017 e novembro de 2018, no setor público.

0 comentários:

Postar um comentário